Numpy Imag

imag(z)

Esta função obtém a parte imaginária de seu argumento, que pode ser um número real positivo ou negativo, ou um número complexo. Números reais têm parte imaginária igual a zero, mas podem de qualquer forma ser parâmetros desta função — o valor retornado será 0. Para um número complexo z = x + yi, o módulo é definido como:

(1)
\begin{align} \Im \{ z \} = y \end{align}
z
O único argumento da função pode ser um número inteiro, real ou complexo, ou um arranjo de quaisquer dimensões de números de qualquer natureza. Neste caso, a função é aplicada elemento a elemento, e o arranjo resultante contém a parte imaginária do arranjo original.

Há uma característica interessante dessa função: imag pode ser usado como uma propriedade de um arranjo, ou seja, pode ser usado com a notação de ponto. Na qualidade de uma propriedade, pode também receber atribuições, o que pode ser bastante interessante eventualmente

Veja também:

abs() , angle() , real()

Exemplos:

Não existem muitas variações sobre a utilização desta função. Apenas aplique-se ao argumento desejado para obter a resposta:

>>> a = array([ 1, 1+1j, 1j, -1+1j, -1, -1-1j, -1j, 1-1j ])
>>> a
array([ 1.+0.j,  1.+1.j,  0.+1.j, -1.+1.j, -1.+0.j, -1.-1.j,  0.-1.j,
        1.-1.j])
>>> imag(a)
array([ 0.,  1.,  1.,  1.,  0., -1., -1., -1.])

É interessante notar a forma de uso como uma propriedade:

>>> a.imag
array([ 0.,  1.,  1.,  1.,  0., -1., -1., -1.])
>>> a.imag = 2
>>> a
array([ 1.+2.j,  1.+2.j,  0.+2.j, -1.+2.j, -1.+2.j, -1.+2.j,  0.+2.j,
        1.+2.j])
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License